Neste friozinho, que tal curtir uma preguiça naquele cantinho aconchegante da sua casa? O inverno é uma época do ano em que tendemos ser mais introspectivos e reclusos. É a hora de botar a leitura em dia, descobrir uma receita de caldinho nova, curtir um namoro debaixo das cobertas ou simplesmente imergir nas séries do Netflix.

Então, como preparar sua casa para essas delícias? Aqui vão dez dicas de como você pode deixar sua casa mais aconchegante para este inverno.

Dicas de decoração para o Inverno

A primeira dica é: pesquise imagens de decoração que possam te remeter a alguma ideia de aconchego. Sempre peço aos meus clientes para buscarem referências estéticas para conhecê-los melhor. A verdade é que eles acabam se conhecendo também. Este é um bom exercício, vale a pena tentar!

Perceba detalhes que possam fazer a diferença: apoios laterais de mesa, mantas e almofadas, tapetes, cortinas, materiais, cores… que detalhe é essencial para você? Tente trazer isso para sua vida. Não é preciso gastar muito. Perceba dentro da sua casa usos potenciais de coisas guardadas, daquela manta que a vovó me deu e nunca usei… será que não ficaria ótima naquela poltrona?

Depois das referências, explore o que você já possui. Talvez seja necessários procurar outros detalhes e outros elementos para que o resultado esteja de acordo com o esperado.

Mas cuidado! Não tente reproduzir sua referência estética na sua casa… isso pode ser bem frustante. Pense que a imagem de sua pesquisa é apenas uma referência, e que seu espaço devo reproduzir sua personalidade, e não de outra pessoa!

1 – Busque o aconchego

Priorize o seu conforto e o de sua família. As visitas se sentirão confortáveis por tabela. Em um primeiro momento, não se preocupe tanto com elas, isso pode gerar um ambiente impessoal e sem graça.

Elementos da natureza são bem vindos. Além de frescor, são elementos convidativos e alegres. Não precisamos criar um ambiente triste só porque é inverno!

Procure explorar um cantinho “de ficar”. Comece por ele. A partir daí você pode ir montando o restante, e talvez você chegue a conclusão que não precisa de mais nada. Seu cantinho ficou super!

2 – Cores leves

Para o inverno, invista em tons de cores próximos à terra, à natureza e ao bem estar. Aposte nas cores bege, diferentes tonalidades de verde, vermelho e laranja, criando assim uma atmosfera mais gostosa e quentinha. Lembre-se que estas cores podem estar presentes apenas em um detalhe, e não numa parede inteira.

No inverno, o ambiente precisa ser relaxante e não cativante, pois as pessoas buscam a concentração o descanso.

Este ano, as cores tendem a ser menos saturadas e menos quentes em comparação com os anos anteriores.

3 – Construa um verdadeiro lar

Além de seguir as orientações de um bom especialista em decoração, procure avaliar as tendências internacionais para marcar a temporada.

Sabemos que, na média, as tendências da decoração são reflexos do humor e das necessidades das pessoas. Portanto, o ambiente precisa atender às suas expectativas e de mais ninguém. Afinal, é a sua casa!

4 – Combinação de cores

Não adianta escolher uma cor leve e não combiná-la com um conjunto de cores adequado para compor o ambiente. Nesses casos, é indicado selecionar um conjunto ou paleta de cores.

Uma combinação que eu amo! A paleta modernista: azul marinho, amarelo açafrão, vinho e verde petróleo. De novo, não precisa usar tudo, vai combinando e avaliando o que está mais de acordo com as coisas que você já têm.

5 – Adição de outras cores

Além de uma paleta definida, você pode incluir outras cores para criar uma “invasão criativa” de ambiente, como o uso do rosa e do roxo em utensílios e estofados.

O roxo é uma cor fantástica. Ela é mística e profunda, porém pode pesar o ambiente se mal utilizada. Cuidado para não ficar “over”.

Rosa é delicado e vai muito bem com ambientes mais clássicos, contraponto tons neutros.

6 – Mobília com formas circulares

As formas circulares podem estar presentes em muitos móveis e objetos: sofás, camas, mesas, poltronas, luminárias e objetos diversos.

Essas formas são orgânicas e fluidas, sem pontas nem arestas, tomam conta do projeto de decoração. As linhas retas tendem a otimizar os espaços. Então, atenção para o fluxo de circulação e conforto na mobilidade do espaço.

As formas circulares não são rígidas e por isso trazem leveza. Em contraponto à racionalidade dos ambientes urbanos, nos remetem à sensibilidade das formas orgânicas presentes na natureza.

7 – Invista na sustentabilidade

A sustentabilidade, além de uma virtude a favor da natureza, também é considerada um estilo e um comportamento. Chique!

A sustentabilidade está presente nos materiais naturais, como fibras, madeiras e cerâmicas, além de matérias primas recicladas. Muitos móveis também trazem esta marca e essa história, que constitui um valor agregado à peça.

8 – Objetos claros

Para compor uma mesa, estante ou áreas comuns, o uso de objetos mais claros ajuda muito a manter o ambiente equilibrado no inverno. Pode estar presente em vasos, mobílias pequenas, copos e utensílios em diferentes cômodos.

Os objetos em cores claras podem utilizar, por exemplo, o verde claro, por ser uma cor que representa a ancestralidade, traz calma e inspira para o interior.

9 – Textura de animais

A imagem de animais de forma leve a até mesmo “fofa” pode compor os ambientes mais íntimos como o banheiro e o quarto das crianças.

Figuras como ursos, onças e elefantes podem compor o ambiente estando presentes na decoração das paredes, na roupa de cama e em tapetes.

Cuidado para não se contradizer com a pecada sustentável. Sejamos coerentes!

10 – Papel de parede

O bom e velho papel de parede voltou ao mercado de decoração de forma renovada, com toques de design e novas tecnologias de impressão.

Seguindo os estilos de cores leves e claras, pode compor parte dos ambientes ou um cômodo inteiro.

Em suas texturas e imagens, os papéis podem apresentar impressões de plantas, estampas de animais e padrões de fotografias de todas as formas e tamanhos. Abuse deste artifício, ele pode ser o grande “tchan” do seu ambiente.

Conclusão

Antes de sair para as compras, reflita sobre suas referências estéticas e avalie estilos e tendências para o inverno de 2019. Nesta época do ano, gostamos de muito conforto e aconchego dento de nossas casinhas.

É importante investir em cores leves e paletas que valorizem os diferentes ambientes da casa.

Sabemos que o inverno é uma fase de frio e chuva, ou frio e seca, e parte do material investido para a decoração nessa fase do ano pode ser aproveitada para as outras estações e lugares. Aposte nesta renovação! Valorize a sustentabilidade, a leveza, a criatividade e tons que tornem o ambiente confortável e atrativo.

Mãos à obra!